O portal Psicologia em Debate é elaborado e mantido por Siegfried Jorge Wehr, Doutor em Psicologia, e aborda temas relativos a relações afetivas, carreira, trabalho e stress. Sieg, como gosta de ser chamado, é psicólogo há mais de 20 anos. Leia mais...

 

              
Home Artigos 4. AUTO-ATUALIZAÇÃO E CONCENTRAÇÃO NO PROBLEMA Qua, 14 de Novembro de 2018
4. AUTO-ATUALIZAÇÃO E CONCENTRAÇÃO NO PROBLEMA PDF Imprimir E-mail



Pessoas em grau de auto-realização são capazes de deixar em segundo plano seus interesses pessoais e solucionar problemas partindo da própria lógica intrínseca do problema mesmo. Muita gente boa não consegue fazer nada sem incluir seus próprios desejos, seu próprio ego para tirar proveito. É facil notar isto em tantos acordos políticos. Muitas obras são feitas não apenas porque trazem benefício a população, mas são a ocasião para ganhar algo em troca. 

Em nenhum outro lugar fica mais evidente a  lei de Gerson: "Levar vantagem em tudo." Não é porque alguém deve ter prejuízo, mas é a incapacidade de fazer algo porque é correto com vantagem para todos. É a incapacidade de se colocar fora de sua própria perspectiva, é afirmação de um egoísmo medíocre. 

Muitas pessoas chegam a fase adulta de suas vidas sem conseguir se desprender deste egocentrismo pouco inteligente. Quem quer tudo para si acaba ficando sozinho. Nós precisamos do outro. Precisamos viver e deixar viver. É como um pai que não consegue deixar seus filhos crescerem. Numa relação saudável um pai se alegra com o desenvolvimento do filho. É natural que o filho queira ser mais que o pai, é sua tendência natural. Em geral é quase sua obrigação, pois precisamos evoluir. E graças a isso temos tantas coisas boas... 

Uma coisa é afirmar nossa inteligência outra é pretender que só a nossa inteligência seja válida e correta. Quanto mais uma pessoa dá conta de suas necessidades,  maior é chance dela ser capaz de esquecer delas e poder se concentrar na situação atual sem misturar assuntos.

Se um profissional da saúde não se resolve nas suas necessidades facilmente confunde e tende a misturar essas suas necessidades com as demandas de seus clientes. Configura-se aqui um problema ético. Em algumas áreas isto está bem estabelecido, há até códigos de ética profissional para isto. Em geral, vale o critério de se a questão não veio a público, se ninguém ficou sabendo então não aconteceu nada. 
  
Ficamos aborrecidos quando colocamos para conserto um eletrodoméstico qualquer e percebemos que o profissional começa a trocar peças que na verdade não estavam danificadas... em alguns casos não ficamos sabendo... em outros, esse profissional jamais terá outra visita nossa. 

Algumas pessoas poderão achar que isto é ingenuidade. Seria ingenuidade se acreditássemos que todas as pessoas se comportam desta maneira. Esta é uma característica de uma pessoa que até sabe enganar bem, mas que necessita e decide ser fiel a si mesmo, discriminando o que é próprio do problema e seus interesses pessoais. 

A ausência desta qualidade é que nos coloca em situação de perturbação grave do meio ambiente, na vivência de um capitalismo selvagem, na condição de exploração do trabalho alheio, do lucro a qualquer custo, e todas as situações de injustiça que o leitor mais atento poderá encaixar. 

Esta não é uma característica, como todas as outras, que se possa impor, de fora para dentro, para ninguém. Auto-realização é uma necessidade, uma possibilidade e uma conquista. As leis, como as de defesa do consumidor, são recursos ainda pobres para despertar em direção à própria grandeza. Grandeza aqui não é usado como sinônimo de altruísmo. O egoísmo como o altruísmo precisam ser superados. Só trocamos um prazer por outro prazer maior ou mais duradouro - essa é a lógica da vida. 

A honestidade pode até certo ponto ser exigida, mas jamais será a honestidade consciente de quem sabe que assim sendo todos e cada um ganha. Só não ganha o preguiçoso, aquele que quer viver sem pagar o preço de viver. Nesta vida se paga por tudo, às vezes com a própria vida.

Meu desejo é que cada um de nós possa ler melhor a realidade e trabalhar melhor para ser o seu melhor em cada momento, em todas as situações. É trabalhoso e vale à pena! Sucesso!


 

Add comment


Security code
Refresh

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.

Secured by Siteground Web Hosting