O portal Psicologia em Debate é elaborado e mantido por Siegfried Jorge Wehr, Doutor em Psicologia, e aborda temas relativos a relações afetivas, carreira, trabalho e stress. Sieg, como gosta de ser chamado, é psicólogo há mais de 20 anos. Leia mais...

 

              
Home Artigos 10. AUTO-ATUALIZAÇÃO E ESTRUTURA DE CARÁTER DEMOCRÁTICA. Qua, 14 de Novembro de 2018
10. AUTO-ATUALIZAÇÃO E ESTRUTURA DE CARÁTER DEMOCRÁTICA. PDF Imprimir E-mail

Nestes dias estamos testemunhando a queda de várias ditaduras no norte da África. Estes ditadores tomaram o poder há muitos anos e se mantiveram no poder desde então e estão tendo que deixar o governo  e às vezes até mesmo o pais. Um governo deveria originar-se de todos, ser para todos. Todo governo é um reflexo da mentalidade e a cultura de um povo.

Quando tomamos esta situação como uma analogia para o indivíduo encontramos pessoas mais flexíveis e outras mais rígidas. Significa que, diante das mudanças, umas as assimilam melhor e outras encontram enormes dificuldades. Se só a nossa opinião/ponto de vista é válido, o que o outro vive e diz é irrelevante, corremos o risco de cometer injustiças e mesmo acabarmos no erro. Salvo estarmos diante de um gênio, um sábio, é difícil ter certeza absoluta da melhor solução para as questões profissionais, pessoais e humanas. Não se trata de evadirmos da responsabilidade – esta será sempre nossa, pois somos nós que pagamos a conta sempre – sobre nossa vida e conduta profissional. Trata-se de permeabilidade, abertura para processar as mudanças e necessidades que a vida nos traz.

O equilíbrio entre o rigor e a flexibilidade é a chave. É preciso uma consciência atenta e ao mesmo tempo aberta à maior funcionalidade de vida. O resultado de muito rigor/ rigidez ou mesmo demasiada flexibilidade é o empobrecimento e até perda da função-vida. O ego, o administrador de nossa vida, tende para um lado ou para outro em busca de sua manutenção, de sua sobrevivência.

Ou se enrigece nas estratégias que até então deram certo ou se perde vagando de um impulso ao outro sempre no tom da exclusividade. O caráter democrático da personalidade é a habilidade de ser função-vida, pesar e atender às suas necessidades considerando seu processo de individuação ou rumo à totalidade.

Neste contexto o ego nem sempre chega à realização satisfazendo apenas aqueles instintos, desejos, necessidades que estava acostumado a satisfazer, mas precisa assumir o desafio de abrir-se a novas necessidades, perceber as novas possibilidades da realidade. É assim que o ego pode servir à vida, à totalidade.

O ego não é e nunca será a totalidade, apesar de muita gente estar convencido do contrário. O ego é uma função sintetizadora, agregadora de vida, de mais Ser. Podemos desconfiar de nosso ego quando insiste em quantidade relativizando a qualidade.

Na maior parte do tempo, as necessidades que mais nos são prazerosas e agregadoras de significado não são percebidas/ reconhecidas pela consciência. Outras vezes são reconhecidas como algo perigoso mantendo-nos distantes dessas necessidades.

A maturidade se caracteriza pela equanimidade, pela profunda aceitação de cada uma de nossas necessidades e do fornecimento do “pão” adequado para cada uma delas. Digo adequado/ apropriado pois é preciso partir sempre do fato que estamos plantados no meio do nosso mundo. Em outras palavras a maturidade se caracteriza pela síntese dos opostos, pela superação das contradições.

Sintetizar opostos tais como corpo/ mente, imagem/ necessidades pessoais, masculino/ feminino, sujeito/ objeto, organismo/ meio-ambiente são tarefas que se renovam todos os dias de nossa vida.

Caráter democrático não é sinônimo de caos, mas é a capacidade de relacionar-se mais acuradamente com a realidade, aceitar o que é, aceitar a si mesmo e os outros, perceber o mundo e a vida pela perspectiva do outro também, é gerar, nutrir, desenvolver vida ali onde sou chamado sem jamais esquecer que sou criatura, um modo da vida aparecer, não detenho em minhas mãos a totalidade da vida – só a minha vida quando muito!

O outro não ofusca a minha vida. A minha luz não se paga e nem brilha menos com o brilho da sua luz. Antes o mundo estará mais iluminado, a vida poderá surgir com mais facilidade. Não é importante ser melhor que outra pessoa, é importante ser o meu melhor, de verdade. Tem gente que ao se falar em ser o seu melhor imediatamente se sente autorizada a fazer  o mínimo, a ser apenas aparência do seu melhor.

Quando falamos assim, o outro não é referência e assim poderemos ser originais, diferentes, únicos e irrepetíveis. Esta é nossa tarefa maior e mais difícil. Exige humildade e não humilhação, exige grandeza e não superioridade, enfim exige que sejamos de verdade. Só com a verdade e com a realidade podemos fazer alguma coisa. Só o que é verdadeiro alimenta e liberta. Só quando sou verdadeiro, autêntico, é que sou livre.

Para chegar a isto nenhuma parte minha pode ser frustrada. Não quer dizer que não passemos por privação, adiamentos e atrasos. Não podemos frustrar nenhum instinto. Assim, como uma verdadeira democracia, ouve e atende da melhor maneira possível as demandas da maioria sem assassinar a minoria, todos tem sua vez. Uma parte pode, durante certo tempo, ser privada de satisfação, mas não o pode durante muito o tempo. Não se frustra um instinto impunemente.

 

 

Add comment


Security code
Refresh

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.

Secured by Siteground Web Hosting